« voltar a Formação e Eventos

Data
23 novembro 2017
Local
Porto

ENQUADRAMENTO

Uma barreira à implementação de medidas de eficiência energética é a falta de conhecimentos técnicos especializados dentro da empresa, não permitindo a aferição do real potencial e a devida aferição dos investimentos em eficiência energética já realizados. Outra barreira é a falta de recursos financeiros próprios.

Estas duas barreiras são ultrapassadas com o recurso a “contratos de performance energética”, onde uma empresa especializada em serviços de energia realiza todos os trabalhos necessários à implementação das medidas de eficiência energética, suportando o custo inicial e assumindo o risco de performance das medidas. A remuneração destas empresas está associada ao cumprimento das poupanças (ou produções energéticas) realmente alcançadas, sendo assim necessária a implementação de estratégias de medição e verificação.

Os contratos são complexos e devem ser elaborados tendo por base todos os cenários futuros possíveis, garantindo uma medição e verificação capaz e fornecendo valor acrescentado a todos os envolvidos. Neste curso da COGEN Portugal serão analisadas as questões referentes à elaboração de Contratos de Performance Energética, nomeadamente os requisitos legais, a conceção, a implementação e gestão das medidas de eficiência energética e a medição e verificação. A metodologia a utilizar será baseada em exemplos práticos de contratos implementados em indústrias.

OBJETIVOS

O curso tem como objetivo geral, dotar os formandos de conhecimentos conceptuais e técnicos sobre os diferentes modelos de contratos de performance energética, nomeadamente relativamente a questões legais, técnicas e financeiras, bem como uma abordagem aos diferentes modelos de contrato e riscos associados.

PROGRAMA

1. Enquadramento
   1.1. Conceitos
   1.2. Oportunidades
   1.3. Legislação
2. Contratos de Gestão de Performance Energética
   2.1. Modelos financiamento
   2.2. Preparação de contrato
   2.3. Execução e implementação da gestão de energia
3. Medição e Verificação (M&V) da Performance Energética
   3.1. Medição
   3.2. Equação base do IPMVP
   3.3. Opções de M&V
   3.4. Exemplo
   3.5. Questões comuns de M&V
   3.6. O Plano/relatório de M&V
4. Exemplos de contratos
   4.1 Análise de exemplos industriais de contratos e resultados

PÚBLICO-ALVO

Profissionais com responsabilidades nos sistemas de gestão nas organizações; Técnicos que exerçam, ou pretendam vir a exercer atividades de gestão de energia.

FORMADOR

Jorge Rodrigues de Almeida
Licenciado em Engenharia Eletrotécnica pela Universidade de Coimbra, estando envolvido desde 2003 em diversos projetos nas áreas da Utilização Racional de Energia, Eficiência Energética e Energias Renováveis.
Técnico habilitado para a elaboração de auditorias energéticas pela DGEG no âmbito do SGCIE, participando como auditor e autor de diversos planos de racionalização e na implementação de sistemas de gestão de energia no âmbito da ISO 50001.
Está qualificado como Certified Measurement and Verification Professional (CMVP) no âmbito do International Performance Measurement and Verification Protocol.
Foi responsável por vários projetos nacionais e internacionais, nomeadamente como Diretor do "Vila Nova de Gaia Sustainable Energy Programme" no âmbito do primeiro European Local ENergy Assistance (ELENA) do Banco de Investimento Europeu em Portugal. Atualmente é membro do Energy Technical Working Group for Climate Action Transparency e Diretor Europeu do Investor Confidence Project para a indústria.
Desde 2013, perito externo da Comissão Europeia em energia, economia circular e financiamento sustentável.

"O contacto com os aspetos práticos da temática."  José Manuel Baranda Ribeiro, Universidade de Coimbra

"A explicação estruturada do processo de construção de um CPE." Cristiano Amaro, Capwatt Brainpower

"Tema tratado." João Gama, Capwatt Brainpower

"A capacidade técnica do formador." Miguel Conceição, Veolia Portugal

"Troca de experiências e exposição de casos práticos" Paulo Alexandre Ruivo, Veolia Portugal


Decorreu no passado dia 23 de Novembro, a 2ª edição do curso "Contratos de performance energética em ambiente industrial", um dos temas que a COGEN Portugal lançou na sua oferta formativa de 2017. Na sessão estiveram presentes 8 participantes, que reconheceram a importância e pertinência do tema, valorizado pela aptidão e conhecimento demonstrado pelo formador. A sessão foi avaliada com uma média global de 3,8 numa escala de 1 a 4.