X

« voltar a Formação e Eventos

Data
12 novembro 2020
Local
ONLINE / LIVE STREAM

ENQUADRAMENTO

A aldeia global em que o mundo se transformou, permite hoje a aquisição de bens de diversas proveniências cujos princípios de conceção, fabrico, colocação no mercado e utilização de máquinas e equipamentos de trabalho, são bastante distintos. Por isso a UE tem vindo a definir requisitos específicos para a colocação no mercado (e consequente aquisição pelos empregadores) e para a utilização destes bens no sentido de garantir que o seu uso não conduz a acidentes de trabalho e a doenças profissionais.

O conhecimento destes requisitos aplicáveis aos empregadores de toda a UE, corporizados na Diretiva Máquinas (transposta pelo DL 103/2008) e pela Diretiva Equipamentos de Trabalho (transposta pelo DL 50/2005) é essencial para os decisores conseguirem garantir a gestão das suas organizações ou setores, com o respeito pelos princípios legais em vigor.

OBJETIVOS

  • Reconhecer os mecanismos de verificação de conformidade associados à colocação de produtos industriais no mercado;
  • Distinguir Diretivas “Nova Abordagem” e Normas Harmonizadas;
  • Reconhecer e interpretar os mecanismos de demonstração de conformidade (declaração CE e marcação CE);
  • Efetuar um correto enquadramento legal de cada tipo de equipamentos;
  • Identificar os princípios de segurança aplicáveis a máquinas e equipamentos de trabalho;
  • Efetuar um plano de verificação de equipamentos de trabalho de acordo com o DL 50/2005.

PROGRAMA

1.    Diretivas “Nova Abordagem” e normas harmonizadas.
2.    Requisitos para o fabrico de máquinas. Marcação CE e declaração de conformidade.
3.    Obrigações do empregador quanto aos equipamentos de trabalho.
4.    Verificação de equipamentos de trabalho.

PÚBLICO-ALVO

  • Responsáveis de Segurança
  • Técnicos de Segurança no Trabalho
  • Consultores de Segurança
  • Gestores de Manutenção
  • Gestores de Ativos

FORMADOR

Rogério Marques
Oficial da Marinha (Maquinista Naval), Engenheiro de Segurança, Técnico Superior de SST, Pós-graduado em Gestão Ambiental, Prof. Especialista do Ensino Superior (provas públicas cf. DL 206/2009), Verificador SGSPAG (Diretiva “Seveso”) – qualificado pela APA, Auditor Coordenador da SGS Portugal para a ISO 9001 (Qualidade), ISO 14001 (Ambiente), ISO 45001 (SST), NP 4492 (Manutenção) e ISO 55001 (Gestão de Ativos). Vogal da CT42 / SC4 – Gestão da SST.

HORÁRIO

09h30 – 17h30

 

  • “O conhecimento e experiência do formador sobre os temas abordados.” Sérgio Gonçalves, Caima
  • “A discussão de temas práticos, partilha de ideias e opiniões.” Rui Matos, Celtejo
  • “O formador ter muito conhecimento.” Ana Catarina Campos, Celtejo
  • “A experiência do formador.” Ângela Fernandes, Caima
  • “A clareza, o conhecimento e experiência do Formador.” Pedro Ângelo, Caima
  • “A clareza na explicação dos diversos conceitos.” Ângela Ribeiro, Celbi

A COGEN Portugal organizou uma formação sobre Segurança e Verificação de Máquinas e Equipamentos de Trabalho no dia 12 de Novembro.

A sessão conduzida por Rogério Marques permitiu aos participantes reconhecer os mecanismos de verificação de conformidade associados à colocação de produtos industriais no mercado bem como conhecer os princípios de segurança aplicáveis a máquinas e equipamentos de trabalhos.

Esta formação reuniu uma taxa de satisfação dos formandos de 93%, sendo os aspetos mais valorizados a relevância do tema e o conhecimento do formador sobre a matéria abordada.